Me considero um Homem de fases.

Já tive uma, onde tudo o que acontecia no passado me fascinava tanto que praticamente ignorava o futuro. O presente era uma mera continuação do que havia acontecido. O que levava a uma certa sonolência.

Depois fiz uma mudança de 180 graus.

Esqueci por completo o que havia passado e meus olhos buscavam alcançar as mais longínquas paisagens. Ficava tão fascinado pelo futuro que iria surgir que me tornei ansioso em demasia. Ah!!! Futuro que nunca chegava,

Depois fui ajustando, amadurecendo, os cabelos caindo, os 50 chegando, chegaram, ultrapassaram e neles estou.

Hoje eu sinto que vivo e vivemos em um pendulo, precisamos ir para trás e observar o acontecido, as vezes lá no passado distante outras vezes simplesmente ontem. Mas que adianta o passado se este não nos referencia o futuro?

Quando criança meus pais trouxeram de Israel um lindo pôster com um tubo de ensaio dentro de uma jarra de cerâmica milenar e a frase:

“Our Future lies where our Past is”. Traduzindo livremente, “Nosso futuro depende do nosso passado”.

Achei essa introdução importante para entender melhor o ano de 2014.

Essencialmente consultores, palestrantes e economistas tem por hábito fazer duas coisas ao final de cada ciclo.  Analisar o que houve e imaginar o que haverá.

Quem acompanhou o ano de 2013, sabe que profissionalmente foi um ano muito especial para mim e para o CanalVertical. Além de nosso primeiro ano de vida, conquistamos e perdemos clientes e parceiros. Fechamos negócios rapidamente e não fechamos outros que levaram meses de viagens e conversas.

Trabalhei em áreas pouco afins, de agronegócios a roupas de criança, passando por, móveis, turismo, educação, material de construção, industrias, varejo e serviço.

E o que o meu olhar observou?

As empresas que estiveram `a frente são aquelas que simplesmente priorizam 2 elementos: P + P ao quadrado.= P ao cubo

Produtos + Pessoas + Pessoas.

Sinceramente. É isso que realmente importa. O resto é supérfluo.

Bons pontos de venda fazem a diferença? Somente se o Produto for bacana, o atendimento irrepreensível e voltado `as Pessoas certas.

Uma boa logística é fundamental? Claro. Mas no final das contas, que adianta disponibilizar um produto com p minúsculo? Ninguém quer.

Marketing Multicanal é tendência? Sim! Mas se você não souber o que a sua Pessoa (Cliente) realmente deseja, possivelmente você está numa onda de TI surfando alucinadamente e descobre que seus clientes estão interagindo com a concorrência na praia comendo biscoito e tomando mate.

Então que tal termos um 2014 mais simples e eficiente?

Invistam em Produtos diferenciados, Pessoas bem treinadas e conversem muito com as Pessoas que realmente fazem a diferença em seus negócios, os Fornecedores, Representante e Clientes.

Olhem para passado, projetem seu Futuro e construam o Presente.

No comments yet